A OIF e a CEEAC pretendem reforçar a sua parceria

Junho 25, 2021

Libreville, 23 de Junho de 2021A Senhora Louise Mushikiwabo, a terceira africana a dirigir a Organização Internacional da Francofonia (OIF) após Boutros-Boutros Ghali e Abdou Diouf foi recebida por altos responsáveis da Comissão da Comunidade Económica dos Estados da África Central (CEEAC) na sede da Instituição em Libreville.

Foto de grupo

Na ausência do Presidente da Comissão Sua Excelência Gilberto Da Piedade Verissimo, foi o Comissário encarregue dos Assuntos Políticos, Paz e Segurança, o Senhor Mangaral BANTE que assegura o ínterim do Presidente e a Comissária para o Ordenamento do Território e Infraestruturas, a Senhora Marie Thérèse Chantal Mfoula que se entrevistaram com a Secretária Geral da OIF sobre os novos eixos de cooperação entre as duas Instituições.

Após as formalidades de cortesia, as duas partes abordaram questões de interesse comum. À partida, a responsável da OIF declarou :

    • A OIF pretende criar mecanismos de colaboração mais próximos nos principais setores como a paz, a segurança, o diálogo político, a fiabilidade dos ficheiros eleitorais e outros ;
    • A OIF pretende trocar impressões a fim de ver como levar a cabo ações conjuntas entre os países e a OIF ;
    • Nós nos propomos estudar em conjunto as formas de contribuição para a estabilidade dos países, para uma paz duradoura e a segurança.

Todos estes elementos constituem entre outros, condições prévias para o desenvolvimento dos nossos países, concluiu a Senhora Louise Mushikiwabo que acrescentou que não é normal que nossas populações sejam frequentemente sujeitas à angústia e à violência. Torna-se necessário apaziguar o clima político, porque não haverá desenvolvimento enquanto perdurar a instabilidade.

A Secretária Geral da OIF pronunciou-se por um reforço da colaboração e uma parceria que beneficie as duas instituições.

Sra. Louise Mushikiwabo e Sr. Mangaral BANTE

Tomando por sua vez a palavra, os dirigentes da CEEAC apresentaram a nova CEEAC que passou do Secretariado Geral para uma Comissão na sequência da Reforma institucional efetuada na CEEAC, antes de enumerarem a lista das suas expetativas no âmbito das relações com a OIF, dentre as quais, a sociedade civil, a prevenção dos conflitos, as questões eleitorais, a paz e a segurança, as questões ligadas à governação, a reforma do setor da segurança, o processo de transição no Tchad e a situação na República Centro-africana

A Comissária para o ordenamento do território e infraestruturas exprimiu toda a sua satisfação pelo fato de uma cidadã da Africa Central estar à testa da OIF, esta prestigiosa instituição. Para a Senhora Marie Thérèse Chantal Mfoula, a CEEAC tem grandes esperanças na parceria com a OIF em muitos setores como a educação, a formação, as capacidades energéticas e numéricas, o desenvolvimento das coletividades locais transfronteiriças, o reforço dos domínios económicos, a inserção económica dos jovens, os problemas ligados à circulação, as questões ambientais, o apoio à implementação da Zona de Livre Comércio Continental na África Central e os demais.

Uma visão do público

Para uma melhor preparação de todos estes dossiers, a Senhora Mushikiwabo propôs à CEEAC que trabalhasse com a representação regional da OIF dirigida pelo Senhor Alphonse Waguena.

Recordemos que a Sra. Mushikiwabo, Ministra dos Negócios Estrangeiros do Ruanda, foi nomeada Secretária Geral da OIF em 11 de Outubro de 2018 na XVII. Cimeira da Organização Internacional da Francofonia (OIF) em Erevan na Arménia.